quinta-feira, 5 de julho de 2012


Te amar




Amar-te é tão bom, diz o refrão,
de uma música romântica
bom mesmo é poder sentir
em seu corpo o ardor
na sua pele a maciez
por que te amar então?
não é preciso uma razão
específica ou implícita


pois, neste amor não há questão
somente a razão, e certeza
que te amar é tudo o que,
motiva-me, emociona ou
faz-me viver uma vida repleta
de felicidade e prazer
e tudo o que sei é que: do seu
amor quero me embevecer.

SAUDADE

Hoje ao pensar em você tive saudade
Em outras vezes, a dor no coração,
Incontida, indefinida difícil de ter,
Toda às vezes vem me abater.
Dificílimo é sentir a sua falta,
Sua doce presença ao meu lado,
Confortando-me nas horas tristes,
Na dor me acolhendo, com calma,
E doce voz me dando a direção
Faz tanto tempo desde que partiu 
Sem que do meu coração saísse,
Sinto-te docemente presente,
Sei que não voltas, no entanto, 
Vejo hoje que é muito mais presente
Não que fosses ausente, mas hoje,
Mesmo junto às estrelas, te vejo,
E sinto mais perto a mim que antes
Pois, quando aqui estavas, de ti
Mantinha uma distância grande
Cria ser você que de mim afastava 
Com lágrimas nos olhos vejo 
O quanto poderia ter aprendido 
Que a saudade não é doida, 
E menos ainda, sofrida, mas é, 
O querer estar próximo do coração 
De quem se ama, acima de tudo se quer bem.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Teus carinhos




Teus carinhos em minha vida são essenciais,
Fazem-me acreditar na felicidade e na vida,
Não os esperava mais sentir, menos ainda,
Viver hoje a vida sem eles não conseguiria,
Refrescam minha alma, dão-me felicidade,
Tê-los no dia a dia me encorajam a seguir,
A jornada desta existência aqui.

Você surgiu em minha vida, sem querer veio,
Hoje não vejo mais a vida sem você a falar,
Tão docemente em todos os dias palavras,
Cheias de amor e carinho incontidos, mas,
Também repletas de ardor e sabor suave,
Os sabores vindos de terras tão distantes,
Especiarias raras e inigualáveis.

Você amor distante, não sabe a importância,
Digo a você que nos sentimentos não há,
Separação de dois corações entrelaçados,
Sentimentos fortes que os unam em amor,
Longe, perto não importa mais nada hoje,
Somente o doce sabor das tuas palavras,
Você é única, seu amor é minha vida.

sábado, 12 de maio de 2012

MÃE/MULHER MULHER/MÃE




Mãe. Este nome nos acompanha por todo a nossa vida. Com a costumeira doçura e zelo sempre inigualáveis, capazes de enfrentar perigos, carências e necessidades de todo o tipo para proteger “suas crias”. É exatamente ao escrever este texto que me vem à mente a figura de uma mãe africana com seu filho ao colo, imagem triste, que nos mostra o quanto sofre uma mãe por querer sempre o melhor para os seus filhos. Uma criança esquelética, completamente desfigurada, não diferente de sua progenitora, que mesmo sem forças continua segurar e buscar um alívio para o sofrimento e fome de seu filho, por ultimo se possível o seu. Não que seja a mulher melhor que homem no caso da progenitura, mas a mulher por ser frágil, sensível e não dada as muitas lutas e trabalhos que exijam a força braçal, no entanto, a mãe contraria tudo isto ao ter ou ser obrigada a proteger aquele que carregou em seu ventre por nove meses. Tornasse capaz de abandonar a sensibilidade, a docilidade para trabalhos nos quais antes recusaria, mas seus filhos precisam, ela tem de levar o pão de cada dia para seus filhos e filhas. A figura da mulher sofreu modificações drásticas nos dois últimos séculos. Da submissão aos pais e maridos, da mulher que só tinha por obrigação cuidar de uma casa, gerar filhos, de preferência do sexo masculino para que o nome de seu marido se perpetuasse, de mulheres que na sociedade eram tidas como incapazes quase para tudo, não fosse os afazeres domésticos, que não possuíam direitos a nada. 

Mulheres que já eram requeridas nas indústrias manufatureiras, mas que sendo necessárias, ainda eram tidas como não iguais, de força produtora inferior. Que mesmo suporta mais de 14 horas continua de trabalho, ainda precisavam ter outra jornada em seus lares. Portanto, começam ali, dadas as injustiças e formas brutais de tratamento, os primeiros levantes que pediam mudanças e respeito à condição de cada uma delas. Operarias norte americanas foram trancadas dentro dos galpões onde trabalhavam, morrendo queimadas. Por todo o mundo as mulheres protestavam para que tivessem o direito a decidirem com seus votos os caminhos de suas nações. Mulheres começam a frequentar cada vez mais as universidades e em carreiras das mais diversificadas.

Já na década de 60 queimam soutiens em público como forma de protesto contra as condições de submissão ainda existentes. A esta época já estavam em todos os setores produtivos e de produção do conhecimento. É exatamente esta a mulher que vemos hoje tomar o controle de países, famílias, indústrias dentre tantas outras coisas as quais em nossos dias as mulheres desenvolvem. Hora porque fazer esta contraposição entre gêneros? Muito simples, não fosse a mulher tomar atitudes dignas de insubordinação, rebelando se contra toda e qualquer forma de violência contra ela cometida, ainda estaria sob o jugo familiar, social e da justiça a que vigorou até o século XIX e início do século XX. Creio Eu até mesmo que o dia internacional da mulher e o dia das mães deveriam ter comemorações únicas, possibilitando que os seus filhos (as) e a sociedade a visse como mulher/mãe ou mãe/mulher, pois uma é a mesma que a outra, não no sentido de diminuir, mas de tornar as comemorações mais amplas e visíveis a todos.

Mãe mulher, mulher mãe, teu nome, ou melhor, os seus nomes deveriam começar por um nome que levassem todos, a saber, que ali está um ser humano lutador, desbravador, mas acima de tudo meigo, dócil e virtuoso. Voltando a mulher africana citada no início. Cada mulher por mais simples, despreparada para a vida, pois a sociedade ainda persiste em criar suas filhas para a submissão, tornar-se-á um “bicho” feroz para defender suas crias, portanto, não é questão de que precisassem lutar por algo que já era seu, mas contra a ignorância de um mundo que se encontrava cego, de tal forma, que não era capaz de ver a heroína, defensora e mantenedora da vida, que por amor enfrentaria um exercito. Ao escrever penso em Maria, a mãe de nosso Senhor Jesus Cristo. Vendo aquele que em seu ventre fora gerado, mesmo sabendo que a ela não pertencia, pois era Ele o próprio Deus, criador dela mesma, mas em uma situação a parte, teve de nascer como qualquer ser humano para ser humano como todos, pregado em cruz de suplício, gemendo em dores, sentia ela as dores daquele que por mais Deus fosse, era um de seus rebentos.

Desprezou o perigo, os muitos soldados e clérigos adversários para sentir a dor junto de seu filho. Assim és tu mulher/mãe ou mãe/mulher, difícil é dar uma definição, ou simplesmente separar os termos. Mas, somente reconhecer que você mãe é o que de mais divino podemos visualizar, pois a forma miraculosa como é gerada a vida em seu útero, como a jovem vida se nutre de ti, se forma em tuas entranhas, de ti respira até o momento de se romper o elo que a liga ao novo ser. Relutante deixamos nossa primeira moradia de conforto e segurança, amor e carinhos nos dado por aquela que antes em suas muitas vaidades nos enganava com uma fragilidade que nunca mais será vista, pois a mulher frágil ao nascer seu filho, logo ficará esquecida, para dar lugar a uma outra aguerrida, guerreira e capaz de feitos que antes nem ela mesmo acreditaria. Tu agora és mãe, mãe é leoa brava, pronta não a atacar, mas a defender seus filhotes indefesos.

A você mulher/ mãe, mãe/mulher parabenizo por ser capaz destes atos de bravura e defesa da vida. Feliz dia das mães a todas mulheres.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

A BUSCA




Buscamos e procuramos à vida toda conhecer
Intensamente dia a pós dia, sem encontrar
Momentos de descobertas
De aprendizado real
Sem, no entanto, com isto nos contentar
Continuamos a nossa busca intensamente
Aprendemos, realizamos
Ensinamos aos que buscam

Que como nós, também vivem a buscar
O afeto, a carícia verdadeira de conhecer
E, ao vermos, e compartilharmos
A verdadeira luz, o conhecimento
Lapidamos diamantes brutos
Em jóias raras, e extremamente preciosas
Encerrando esta busca longa, e difícil
Mas, possível e palpável
Ao alcance dos sentidos

E já tornados de brutos em humanizados
Readquiridos, retirados de trevas intensas
Do não conhecer
 Para o real saber
O saber conhecer, a vastidão para aprender
Aprendizado que liberta dos grilhões
Educar para libertar
Libertar ao Educar. 

TOQUE




Toque-me e deixe-me te tocar
Toque-me com seu amor
Com o sabor suave
Da sua amizade
Toque o meu coração

Afete-me e se deixe afetar
Pelo sincero ardor do coração
De um coração humano
E divino no propósito
De transformar

Sinta-me na pele, na mente
Mas, principalmente no fundo
Deste coração, que derrepente
Amigo se fez, refez novamente
E na mente eternamente

Em um momento mágico
Grandemente marcado
Por um gesto, um toque
Um afeto, sincero, marcado
Por sua sincera amizade.




Jones D’ Arques de Souza 

MÃE




Tú és o amor em sua mais pura essência,
Em suas muitas dores me deu a alegria,
Desta vida serei sempre grato a você,
Em seus muitos cuidados cresci,
Em teu seio me alimentei,
De amor e sabedoria.

Em teu corpo frágil o meu corpo se formou,
De sua fraqueza em forças transformou,
Em sua proteção e muitos cuidados,
Vivi seguro e protegido em você,
Em amor e sabedoria guiou,
Meus passos e vida.

Mamãe em um céu cheio de estrelas sempre será,
Aquela que terá mais formosura e brilho,
Tuas virtudes e beleza encantam,
Seu abraço e beijo enchem-me,
De forças para esta vida,
Mamãe tu é o amor.

domingo, 6 de maio de 2012

SENTIMENTOS




Nos teus lábios quero sentir,
O ardor suave de seu beijo,
Um gostoso e forte arrepio,
Emocionar completamente,
Aos toques de teus dedos,
Entregar-me ao seu amor,
Incomparável, doce e belo,
Maravilhoso desejo de ter,
Totalmente este amor.

Nos teus olhos a beleza,
Pura, inocente de gemas,
E pedras preciosas raras,
Tú meu amor, és uma joia,
Pura e bela que possuo,
Sou feliz por sua beleza,
Certeza que em ti conheci,
O Mais puro e verdadeiro,
Amor inigualável.

Em teu corpo belo e esguio,
Amor e pureza são um só,
Amar te é a recompensa,
Que tenho neste mundo,
Nos carinhos o encanto,
Amar você e ser amado,
Sentir na pele o seu calor,
Toque deste seu imenso,
Intenso amor a aflorar.




Você é a imagem refletida,
Certeza do que não se vê.
Em ti sei que tenho a vida,
Creio em dia melhor e belo,
Onde a paz a nós sorrirá,
Repousada será em portas,
Avidas e repletas de ti,
Sem tu maldade campeará,
Em todos os passos aqui,
Com você vemos e cremos,
No que o comum vai dizer,
Louco é quem afirma te ver,
Sabemos, no entanto que,
A imagem de hoje, certeza,
E garantia do amanhã é,
A fé é ver o que não está,
Visível aos olhos comuns,
Mas aos de sensibilidade,
Mostrar-se-á a mais pura,
E bela verdade. Afirmando,
Que aos olhos da fé são,
A confirmação do que virá,
Transformar e dar a vida,
A quem em um espelho,
Viu e acreditou acontecer.

CHEIROS




No jardim a sentir e apreciar as cores e cheiros,
Exalados de todos os cantos,
Com encanto fico a apreciar tons multicolores,
Em um rito de reverência e fé,
Fé de que o amor suplanta todos os obstáculos.
Os cheiros suaves e delicados,
Cercam-me e encantam ao ponto de êxtase total,
Estende-me um tapete de pétalas,
Por ele caminho quase a flutuar sobre a beleza,
De teu corpo perfumado e suave,
Sua delicada pele toca meu corpo suavemente,
Em meio ao seu delicado perfume,
Admiro a divindade de seu odor e cores fortes,
Foste feita para encantar a quem,
Contemplasse seu odor e formas delicadas.
Dentre suas iguais é de um encanto,
Sem igual, sua beleza está na simplicidade,
Nem teus espinhos me afastam,
De ti retiro presente e poesia para meu amor,
Meu amor te ama com o coração,
Eu em ti sou grato, por sua existência amada,
Sem ti não teria os beijos e caricias,
De quem amo e quero no meu coração sempre,
Em suas pétalas há o amor,
Receba minha amada estas lindas rosas. 

SABOR




Seu sabor insinuante e intenso me aquece,
Sua cor é simplesmente a paixão viva,
Na intensidade e gostoso toque nos lábios,
Fica a impressão de te querer muito,
Só que, te provar se mostra difícil a quem,
De você nada conhece e aprecia-te,
Suas irmãs não são como você, nem mesmo,
Se buscasse ter de ti o mesmo sabor,
Você é impar, é inigualável meu amor por ti,
E você sempre me dará no paladar,
Busco e espero em seu corpo encontrar,
O sabor que meu íntimo irá aquecer,
Seu cheiro é sutil me agrada completamente,
Seu sabor realça e aguça os sentidos,
E aflorados que ficam que a torna para mim,
Inconfundível, única e bela em ser,
De curvas sinuosas, beijo forte e aguçado,
Dentre suas irmãs é a mais bela,
Não há sabor como o teu, seu ardor e cor,
Fazem o meu paladar te querer,
Bem amassada com azeite e limão a tocar,
No sabor apurar e realçar na língua,
O doce e bom ardor de uma pimenta forte.

VERDES E CINZAS




O que será de nossas vidas agora?
Chore amor por causa da dor,
Mas saiba que não adiantará nada,
O verde acabou não voltará,
Antes enfeitava o dia com cor viva,
Enchia as noites de frescor,
Trazia-nos suaves odores, e prazer,
De preciosos e perfumados,
Agora são simples cinzas ao chão,
Ao relento sem alento chora.
Não tivemos atitude sábia. Ganância,
Destruímos, matamos,
Vida verde extinguiu o direito de ser,
Não vimos nos outros seres,
A vida e a importância que tinham,
Agora sabemos que erramos,
O verde em cinza se tornou morte,
A vida extinta foi, não só
Da alimária a nossa, éramos um,
Risco grave corre, Em viver,
Em meio as cinzas choramos agora.

SORRISO




Seu lindo e belo sorriso me faz crer, em um amanhã melhor,
Tem a beleza, a sinceridade e amor inocente,
De quem vive a vida da forma mais bela e simples possível,
Seu sorrir é a alegria, de quem perto esta,
Inocência e simplicidade são as marcas desta alegria vívida,
Contagia-nos com gestos belos e simples,
Você é o resplandecer de uma alvorada em dia ensolarado,
Tu és o brilho real e claro desta nossa vida,
Vida que sem a sua delicadeza seria mais ríspida e cruel,
Desde sua concepção aguardei por você,
Tudo a minha volta se transformaria pela poesia contida,
E estampada em seus lindos lábios,
Sua vida é para mim poesia que faltava para viver, ser feliz,
Sua felicidade estampada em pequenos,
Mas significativos gestos de vontade de viver e vencer hoje,
Pois para você não há passado, presente,
Somente um futuro construído com seu lindo e belo sorriso.
Sorria meu amor, sorria, pois você será,
Sempre o amado de minha vida, a quem devotarei os dias,
Quentes e felizes com o sol a brilhar,
Seus serão, pois em teu sorrir pude novamente viver feliz.

MEU AMOR




Deixe meu amor tocar seu coração,
Verá que não existe nada maior,
Permita envolver se completamente,
Sentirá o calor que esperou viver,
O sabor que nunca sentiu na boca,
Nas narinas, suave cheiroso odor,
Da rosa branca florida na primavera,
A exalar seu doce e sútil perfume,
Brisa suave massageando sua pele,
Em dias ensolarados e quentes,
Refrescando não somente o corpo,
A alma com intenso e vivido amor.

CONQUISTA




Ver seu rosto sereno e com olhos brilhantes a me fitar,
Querendo neles entrar,
Sua boca, seu beijo doce experimentar, por uma vez,
Mas, seus lindos olhos,
Em direção oposta buscava encontrar o amor afagar,
Perdida estava sem saber,
O que buscava no horizonte se perdeu ao entardecer,
Encontrar é o que queria,
No jogo da vida não nos cabe escolher ou querer ter,
Mas nos acostumar agora.
Em momento algum me vi longe de ti, era meu amor,
Queria ter e sentir o calor,
Daquele sentimento que aquecia e preenchia o dia,
Com a doçura de seu olhar,
Você partiu e a noite me encobriu com a escuridão,
Só o que acalmava meu coração,
A certeza de que ao entardecer seu sorriso distante,
Brilharia como luz forte na noite,
Irradiando alegria e perfumando o ar ao seu derredor.
Tinha de ser meu o seu amor,
Seu sorriso e olhar iluminado como diamantes negros,
Queria conquistar para sempre,
Ficar com eles e guarda- los dentro de meu coração.

PASSOS




Em teus firmes e seguros passos confiarei,
A segurança que preciso na vida,
Nas ações de apreço e amor incondicional,
Majestoso, grande e sublime,
Sacrifício de quem ama e não vê no outro,
Nada que o impeça de seguir,
Os mesmo e firmes passos na vida dar,
Amor incomparável, sem par,
Vida sem sentindo e objetivos claros,
Conhecer e seguir os caminhos,
De um amor tão puro alcançar e conquistar,
Glória sem par da fé em sí mesmo,
Na força construtora do amar acima de tudo,
Amar é saber dar os passos certos,
Mesmo em caminhos por vezes tortuosos,
É crer que no final do caminhar,
Alcançará com seu passo seguro e audaz,
E encerara a jornada do amar,
Com o caminhar seguro de quem amou,
Pois só no amor construímos,
Sem ele ninguém em lugar algum chegará,
Mesmo que ande sem parar,
Ao destino não chegará, o amor é o guia,
Amar é confiar e seguro andar.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Eu quero

Eu quero...
Na vida ter um amor que enterneça o meu coração,
Que me faça pisar no chão e sentir-me nas nuvens,
Ao beijar seus lábios o ardor e o sabor sinta suave,
E o aroma de ricas e preciosas flores em aromas.

 Eu quero...
A sabedoria dos mais idosos, com vitalidade juvenil,
Caminhar pela vida deixando boas e belas marcas,
Que todos me vejam pronto a dialogar, apto a ouvir,
 Sentir a dor do meu próximo, ajudando o a superar,

 Eu quero...
Escutar mais que emitir uma multidão de palavras,
Respeitar a sabedoria divina existente em uma vida,
Amar uma pequenina planta que me dá o precioso ar,
A vida de cada animal vivente a enfeitar o nosso lar,

 Eu quero...
Ser grato por cada instante de vida neste mundo,
Saber que cada segundo é um divino milagre impar,
Fazer novas e belas coisas que dignifiquem o ser,
A vida e o criador em sua grandiosidade enaltecer,

 Eu quero...
Na minha vida muitos e bons amigos a cada dia,
Que vejam dignidade e harmonia em meu viver,
Com isto glorifiquem a paz e o amor ao próximo,
E finalizando, em seus lábios bendigam a Deus.